• Via di San Gallicano, Rome, Italy
  • (39) 06 8992225
  • dream@santegidio.org

Category Page: Kenya

Quénia: Novo centro DREAM em Nairobi

30/3/2014 – Foi assinado em Nairobi um acordo de colaboração entre a Comunidade de Santo Egídio e a Congregação das Ursulinas de Gandino para a realização de um novo centro DREAM junto do centro de saúde S. Angela Merici.

O centro que é gerido pela Congregação das Ursulinas, está situado na zona noroeste da cidade de Kikuio, um dos maiores e mais populosos bairros da capital, onde vivem algumas centenas de milhares de pessoas em condições de extrema pobreza.

A presença do centro de saúde no bairro é importante e é uma referência para muitos.

A assinatura do acordo, efectuada num clima de grande alegria e felicidade, concluiu um longo percurso de amizade iniciado na Itália e prosseguido depois, com períodos de formação no Malawi e no Quénia. O centro poderá desfrutar do suporte necessário do laboratório de biologia molecular do centro DREAM de Langata Road em Karen, sempre em Nairobi assegurando, assim, o acesso ao diagnóstico que é impossível naquela zona.

A firme vontade da Congregação e o constante trabalho preparatório efectuado, juntamente com o precioso contributo da Cooperação Italiana, fez com que um outro sonho de DREAM se realizasse.

O programa DREAM tem em tratamento, actualmente no Quénia, mais de 6000 pessoas com HIV / SIDA e representa um dos programas mais avançados do país. De facto, peritos e pessoal de DREAM são componentes dos grupos de trabalho a nível nacional e acompanham os esforços do país para o tratamento, fazendo com que seja um dos países mais avançados em termos de protocolos de diagnóstico e de tratamento.

Grande satisfação de todos, por este novo centro que se abre.

“Obrigado DREAM” – disse a Madre Provincial – “e obrigado em nome dos doentes que receberão um tratamento de qualidade”. De facto, o programa DREAM tratará da formação do pessoal, da supervisão das actividades, garantirá o suporte de um software para a gestão dos serviços e a admissão gratuita dos doentes relativamente à componente nutricional e ao tratamento das infecções oportunistas.

A amizade e a aliança de DREAM com muitas Congregações religiosas em África permite aos sonhos de se concretizarem em tratamentos para muitos doentes.

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

Nairobi, Quénia – DREAM está presente no “Mid-Term Review meeting on the Global Plan to Eliminate New HIV Infections”

 Nos dias 6 e 7 de Dezembro de 2012 realizou-se em Nairobi, no Quénia, o “Mid-Term Review meeting on the Global Plan to Eliminate New HIV Infections” para fazer o ponto sobre os resultados alcançados pelos países africanos na luta contra a SIDA e traçar um percurso para a eliminação das novas infecções por HIV entre as crianças e a manutenção das mães em boa saúde.

O evento contou com a participação de delegações de 22 países africanos, representados pela sociedade civil, delegados das Nações Unidas e outras importantes organizações envolvidas na luta contra o HIV/SIDA.

A relação introdutiva foi feita por Deborah Von Zinkernagel, representante do PEPFAR (The President’s Emergency Plan For AIDS Relief, fundo criado pelo Presidente dos Estados Unidos em 2003).

Na sua intervenção afirmou que já começou a contagem decrescente para se alcançar o objectivo estabelecido para 2015, os três zeros: zero novas infecções, zero discriminação e zero mortes correlacionadas com a infecção por HIV.
É um objectivo possível agora que estão disponíveis tratamentos para curar a infecção e prevenir o contágio dos novos nados.

Debateu-se muito sobre como acelerar o scaling up na prevenção vertical em África, visto que ainda hoje, muitos países africanos estão atrasados na implementação dos programas de luta contra a SIDA. Entre as criticidades, foram evidenciadas a escassez de recursos humanos, a dificuldade de efectuar os exames para o diagnóstico precoce dos recém-nascidos em larga escala e as carências na organização logística dos centros de tratamento e dos serviços de procurement para os medicamentos e os reagentes de laboratório.

Entre os relatores, foi convidada Pacem Kawonga, responsável do movimento I DREAM no Malawi e coordenadora de um dos onze centros DREAM presentes no país que trabalham em colaboração com o Governo para combater a pandemia.

Na sua intervenção, Pacem Kawonga, descreveu a situação do Malawi e relatou a vida e os problemas dos pacientes com SIDA no seu país referindo-se, em particular, à situação das mulheres e dos que vivem nas zonas rurais e têm dificuldades de acesso aos tratamentos.

Numa outra sessão dos trabalhos, dedicada aos desafios para a implementação do tratamento e prevenção da SIDA, Pacem Kawonga participou na qualidade de co-chairmen e teve a ocasião de ilustrar a experiência e a eficácia do modelo de DREAM.
Uma das particularidades dos centros de prevenção e de tratamento de DREAM é o envolvimento dos pacientes nas actividades do centro.
Todos os pacientes recebem noções de educação sanitária e alguns deles são escolhidos para colaborar activamente no programa como pacientes peritos voluntários (activistas).
O empenho deles permite chegar às pessoas mais distantes, dar lições de educação sanitária nas aldeias mais remotas, favorecer a difusão do teste e apoiar as pessoas mais frágeis com a assistência a domicílio.
São todos factores fundamentais que contribuem para os excelentes resultados de adesão e retention obtidos por DREAM nos países onde opera.

Os activistas de DREAM são, sobretudo, mulheres que, graças ao tratamento, encontram-se em bom estado de saúde e deram à luz crianças sãs. Quando contam a própria experiência, referem que se sentem como que nascidas de novo; atravessaram o drama da seropositividade, o estigma, o medo e a discriminação social, as dificuldades da doença, mas hoje sentem-se como que renascidas e sonham um futuro diferente para muitos outros doentes e com entusiasmo e energia levam uma mensagem de esperança a muitos. Com tenacidade e paixão, lutam por uma África sem SIDA.

Com o intenso trabalho destes anos, foi traçada uma estrada para controlar e travar a difusão do vírus e com um ulterior empenho, será deveras possível chegar aos três zeros em 2015.

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

Tunyai, Quénia – Um novo centro DREAM

Em 2005 abriu o primeiro centro DREAM no Quénia, na aldeia de Materi. Materi é uma aldeia bastante isolada no distrito de Tharaka (Quénia central) e quando está bom tempo, é possível observar no horizonte, o monte Quénia. O distrito de Tharaka encontra-se numa zona muito pobre do Quénia, onde muitas vezes não chove o bastante; no ano passado Tharaka foi uma das zonas do Quénia mais atingidas pela seca.

O Centro DREAM junto do Hospital Santa Ursula de Materi tornou-se, ao longo dos anos, num sinal de esperança para os cerca de 500 pacientes que recorrem ao mesmo. De Materi, DREAM já se expandiu noutros dois centros, respectivamente junto dos hospitais de Nkubu e de Kyeni.

Sucessivamente, em Abril de 2008 em Nairobi foi aberto um grande Centro DREAM gerido pelas Filhas da Caridade. Aí, DREAM assiste actualmente mais de 2000 pessoas que provêm sobretudo dos enormes slum de Nairobi. Agora, há mais um motivo de esperança na região.

Com efeito, em 2011 as autoridades sanitárias do distrito de Tharaka pediram para abrir um novo centro DREAM nos locais do dispensário de Tunyai. Tunyai é uma pequena aldeia a cerca de 30 minutos de carro de Materi, acessível através de uma estrada batida mal conservada, sobretudo, quando chove. Nos últimos meses, houve muito movimento, sobretudo a partir de Janeiro deste ano: O pessoal de Materi formou os médicos e os enfermeiros do novo centro.

O staff de Materi e o pessoal do dispensário identificaram alguns quartos numa ala do centro recentemente construído, instalaram os equipamentos, prepararam o acesso à internet e muitas outras coisas necessárias para iniciar a terapia dos doentes de SIDA. O dispensário de Tunyai inclui também uma pequena maternidade que está envolvida no programa de prevenção da transmissão do vírus da mãe para a criança.

2 de Abril, foi finalmente o dia tanto esperado: O primeiro grupo de pacientes foi recebido no novo centro DREAM! Trata-se, sobretudo, de pacientes que eram servidos pelo Centro de Materi, mas que provinham das zonas próximas de Tunyai e que, agora, estão felicíssimos porque já não devem fazer a longa e cansativa viagem para Materi para receberem os medicamentos anti-retrovirais e todos os serviços de DREAM.

Actualmente, são mais de 100 os pacientes em tratamento em Tunyai e o centro continua a crescer rapidamente. Na zona de Tunyai, onde vivem muitas pessoas, a prevalência do vírus HIV é estimada em cerca de 7% e serão muitos a ter, finalmente, acesso ao tratamento contra a SIDA.

Assim, DREAM no Quénia está-se a expandir cada vez mais nas zonas rurais onde os serviços de saúde são escassos e, muitas vezes, não são sustentáveis para a população pobre.

 

 

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

Nairobi, Quénia – Visita da Grã-duquesa do Luxemburgo ao centro DREAM

Realizou-se recentemente, num clima de festa, a visita da Grã-duquesa do Luxemburgo ao centro DREAM de Nairobi, gerido pelas Filhas da Caridade e pela Comunidade de Sant’Egidio.

A Grã-duquesa, acolhida por mulheres e crianças (numerosa a presença das crianças da escola da paz do bairro Bangladesh, perto do centro DREAM), visitou com grande interesse o centro, o laboratório e a secção dedicada à suplementação nutrimental.

Congratulou-se várias vezes, em seguida, pelo grande trabalho que o centro efectua em prol dos pobres que vivem nos slum dos arredores e pela humanidade que caracteriza essa abordagem.

Uma activista, em nome de todas as pacientes, dirigiu uma saudação à Grã-duquesa e algumas crianças retribuíram a prenda que ela quis dar ao centro. As mesmas crianças festejaram, depois, com cantos e danças em honra da hóspede.

 

 

 

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

Quénia. Chega a informatização e o software Dream em Kyeni

 

Kyeni está a cerca de 50 km do centro DREAM de Tharaka, o primeiro centro Dream activo no Quénia. É difícil encontrar Kyeni nos mapas, até mesmo nos do Quénia, mas não para Dream!!! A amizade com o hospital de Kyeni começa em 2006; nasce como centro satélite de Tharaka, mas bem cedo, o número de pacientes cresce e Kyeni torna-se num centro Dream para todos os efeitos. 

Os meios à disposição do hospital são poucos, mas muita é a vontade de tratar da melhor forma possível os 180 pacientes que fazem referência a este centro.

Até hoje, todo o trabalho do centro ainda era “em papel”, todas as consultas, todas as entregas dos medicamentos, enfim, tudo era registado à mão e isso era, não só cansativo, mas também dispendioso em termos de tempo.

Por esta razão, na semana passada, uma missão “informática” chegou a Kyeni para instalar em rede, três computadores, uma impressora e, naturalmente, o software DREAM para a gestão informática dos pacientes.
E em breve, chegará também a internet!!
É uma boa revolução para o grupo do hospital que intuiu imediatamente como esta novidade poderá ajudá-los a tratar e seguir ainda melhor os pacientes. 

Terminada a instalação, começou o curso com o grupo de Kyeni para a utilização do software. 

Uma particular apreciação vai para o grupo do centro de Tharaka que desde o início, ajudou o centro de Kyeni a crescer e, durante toda a semana, quis assegurar pelo menos duas figuras profissionais (um clinical officer e um farmacêutico) para o estágio; e ao longo de todo o próximo mês assistirá Kyeni nas consultas e no trabalho do centro. É um belo exemplo de generosidade.

No fim do estágio, todo o grupo do hospital quis agradecer Dream por aquilo que fez para ajudar este centro e por esta pequena revolução “informática” que servirá para tratar mais pacientes e de maneira mais eficaz.

 

 

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

Nairobi, Quénia – Inaugurado o segundo centro DREAM do país

No passado dia 25 de Abril, foi inaugurado em Nairobi, no Quénia, o segundo centro DREAM no país.

É um novo fruto da colaboração com a Congregação das Filhas da Caridade, que quiseram empenhar-se também no Quénia, tal como o fizeram na Nigéria, nos Camarões, na República Democrática do Congo, para lutar contra a SIDA juntamente com o programa DREAM.


O novo centro está ao lado da casa provincial da Vicentinas, precisamente diante da Kibera, o mais famoso, maior e extenso slum africano. Para os cerca de três milhões de habitantes deste imenso bairro de lata queniano, DREAM tornou-se numa realidade presente e amiga, numa possibilidade de tratamento, numa exortação à esperança.

 

 

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

  • 1
  • 2