• Via di San Gallicano, Rome, Italy
  • (39) 06 8992225
  • dream@santegidio.org

Category Page: Tanzania

Nutrição e Saúde com DREAM 2.0

O curso de formação “Nutrição e Saúde” organizado pelo Programa DREAM da Comunidade de Santo Egídio com o contributo do 8 x mil da Igreja Católica Italiana viu empenhados, durante 4 dias, 23 operadores comunitários de saúde dos centros DREAM da Tanzânia (provenientes de Iringa, Arusha, Uwemba e Masanga) e 20 operadores comunitários de Iringa, Usokami e do distrito de Pawaga, um dos mais afectados pela malnutrição infantil, na Região de Iringa.

A malnutrição é, ainda hoje, um dos principais factores que contribuem à mortalidade infantil na Tanzânia. No País, 34,4% das crianças abaixo dos cinco anos sofre de malnutrição crónica, mas este dado chega a 50% nas áreas rurais e mais pobres. A malnutrição aguda interessa 4,5% da população, cerca de 2.600.000 pessoas.

O País introduziu, recentemente, a luta contra a malnutrição entre as prioridades no campo da saúde pública.

Na região de Iringa mais de 14.000 crianças sofrem de malnutrição e destas, 4700 de malnutrição aguda severa, como recordaram as autoridades locais (o Regional Commissioner e o Regional Medical officer), presentes na inauguração.

Entre as causas da malnutrição, a pobreza da população rural e uma dieta baseada prevalentemente no consumo de cereais e tubérculos, com escassa contribuição de alimentos ricos de micronutrientes e proteínas.

Por este motivo, durante o curso deu-se amplo espaço à formação sobre como educar a população a uma dieta correcta e diversificada, melhorando a alimentação local.

 

Com a ajuda de nutricionistas tanzanianos e de experiência no campo como o da Comunidade Papa João, foram preparados conselhos práticos e uma série de receitas úteis para as crianças dos 6 meses aos 2 anos, a idade mais exposta à malnutrição.

Um outro argumento enfrentado foi o relativo à higiene na preparação e conservação dos alimentos e da importância de consumir água potável.

Com efeito, o insuficiente acesso à água potável é causa de várias doenças que podem comprometer o saudável crescimento da criança.

No fim do curso, todos os participantes, para além do atestado de participação, receberam a edição em kiswahili do livro “Como está a saúde”.

Il corso di formazione “Nutrizione e Salute, organizzato dal Programma DREAM della Comunità di Sant’Egidio con il contributo dell’8 x mille della Chiesa Cattolica Italiana ha visto impegnati per 4 giorni 23 operatori comunitari di salute dei centri DREAM della Tanzania (provenienti da Iringa, Arusha, Uwemba e Masanga) e 20 operatori comunitari di Iringa, Usokami e del distretto di Pawaga,  uno di quelli  più colpiti dalla malnutrizione infantile, nella Regione di Iringa.

La malnutrizione è  ancora oggi uno dei principali fattori che contribuiscono alla mortalità infantile in Tanzania. Nel Paese il 34,4% dei bambini sotto i cinque anni è affetto da  malnutrizione cronica, ma questo dato tocca il 50% nelle aree rurali e più povere.  La malnutrizione acuta interessa il 4,5% della popolazione, circa 2.600.000 persone. Il Paese ha recentemente inserito la lotta alla malnutrizione tra le priorità nel campo della salute pubblica.

Nella regione di Iringa più di 14.000 bambini soffrono di malnutrizione, di  questi 4700 di malnutrizione severa acuta, come hanno ricordato le autorità locali ( il Regional Commissioner e il Regional Medical officer ),   presenti all’inaugurazione. Tra le cause della malnutrizione, la povertà della popolazione rurale e una dieta basata prevalentemente sul consumo di cereali e tuberi, con scarso apporto di cibi ricchi di micronutrienti e proteine.

Per questo motivo durante il corso si è dato ampio spazio alla formazione su come educare la popolazione ad una dieta corretta e diversificata, migliorando l’alimentazione locale.

Con l’aiuto di nutrizionisti tanzaniani e di esperienze sul campo come quella della Comunità Papa Giovanni, sono stati messi a punto consigli pratici ed una serie di ricette utili per i bambini da 6 mesi a 2 anni, l’età più a rischio per la malnutrizione. Un altro argomento affrontato è stato quello relativo all’igiene nella preparazione e conservazione degli alimenti e all’importanza di consumare acqua sicura. L’insufficiente accesso all’acqua potabile è infatti causa di ripetute malattie che possono pregiudicare la buona crescita del bambino.

Tutti i partecipanti alla fine del corso, oltre all’attestato di partecipazione, hanno ricevuto l’edizione in kiswahili del libro “Come va la salute”.

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

Karibu DREAM Matteo Zuppi !

O arcebispo de Bolonha Zuppi visita o centro DREAM de Iringa

Mons. Matteo Zuppi al centro DREAM di Iringa in Tanzania

Karibu DREAM Matteo são as palavras que acolheram com um caloroso abraço o Mons. Matteo Zuppi, Arcebispo de Bolonha, que visitou, no passado dia 20 de Janeiro, o centro de tratamento da Comunidade de Santo Egídio em Iringa, na Tanzânia.

O caloroso abraço foi retribuído pelo grande afecto do Mons. Zuppi que com simpatia e interesse quis visitar cada sector e departamento do Centro. Grande surpresa ao ver o cuidado dedicado aos espaços, a grande organização, o profissionalismo dos operadores que explicaram o funcionamento do programa e o tratamento dos pacientes. O programa DREAM hoje, trata 2100 pacientes na cidade de Iringa e desde a sua criação em 2009 assistiu cerca de 12.000 pacientes.

O bispo visitou de seguida o laboratório de biologia molecular tendo muito apreciado os standards de tipo ocidental e os equipamentos sofisticados e, depois, encontrou-se com os doentes a quem saudou dizendo: “Normalmente os ricos ficam com as coisas mais bonitas. DREAM e a Comunidade de Santo Egídio, pelo contrário, como uma mãe que deseja o melhor para os próprios filhos, disponibilizaram o melhor que se encontra na Europa. Este centro, para além de ser muito bonito, mostra o amor da Comunidade para com os seus filhos em África. Os operadores não só são muito bons, mas também vê-se que vos querem bem. Recordámos o grande trabalho em prol da Paz que a Comunidade de Santo Egídio fez em África recordando Moçambique e o Burundi. Hoje, o que assistimos aqui é uma outra guerra, aquela contra a SIDA. Estamos aqui para ganhar juntos esta batalha”.

Um grande bolo foi cortado por Mons. Zuppi com a ajuda de uma criança e de uma activista de DREAM. No fim, antes de uma bela fotografia de grupo, ou melhor, de família, os pacientes ofereceram uma camisola com a escrita “Karibu DREAM Matteo”. Bem-vindo a DREAM Mons. Matteo!

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

A abordagem global contra a SIDA e as patologias associadas hoje: um desafio a acolher

A Formação do Programa DREAM na Tanzânia

img_7523

O alargar-se dos programas de tratamento contra a SIDA e a Tuberculose a nível do país e a necessidade de apoiar o esforço do governo para garantir a qualidade e, portanto, o sucesso, levaram o programa DREAM a organizar em Dar Es Salaam um curso de formação subordinado ao título “DREAM 2.0 – The global approach to HIV patient: prevention, diagnosis and treatment of virological failure and drug resistance.”

O título e o tema enfrentados suscitaram muito interesse e atenção entre os profissionais de saúde envolvidos na luta às pandemias. Mais de 30 clínicos peritos de várias zonas da Tanzânia participaram na formação. A presença de docentes internacionais, a fama do programa DREAM no país e o delicado e actual tema proposto fizeram com que houvesse uma entusiasmante resposta por parte dos participantes.

A inauguração dos trabalhos esteve a cargo da School of Pubilc Health de Dar Es Salaam no Muhimbili Hospital. O reitor aviou o curso realçando a honra e o prazer de poder hospedar um evento do género.

O responsável dos laboratórios do NACP recordou como DREAM foi pioneiro nestes anos, realizando laboratórios de biologia molecular que permitem a monitorização dos pacientes em tratamento e que hoje são um modelo a implementar em todo o país.

O curso foi realizado graças ao apoio da Igreja Católica e dos fundos do mecenato (oito por mil) que suportam há anos com notável sucesso e impacte DREAM.

O dia 1 de Dezembro, Jornada Mundial da Luta contra a Sida, recentemente celebrada, colocou ainda muitos desafios em aberto: a extensão dos programas de tratamento a nível nacional, a sustentabilidade dos mesmos, o controlo da adesão aos tratamentos para evitar a insurgência de resistências aos medicamentos e o papel importante de todos os actores envolvidos, cujas acções depende o destino de milhões de doentes. Indubitavelmente, a formação dos profissionais de saúde tem um papel fundamental no sucesso desta batalha.

Muito ainda fica por fazer e muito caminho já se fez graças ao apoio de tantos. A Comunidade de Santo Egídio sente como não possa não acolher o desafio que esta epidemia traz consigo, apoiando os esforços dos países onde a mesma está presente começando, precisamente, pelos profissionais de saúde empenhados na luta e no tratamento da SIDA e das outras patologias a ela correlacionadas.

No fim do curso, o Embaixador Italiano na Tanzânia, Dr. Roberto Mengoni, focalizou-se no papel fundamental de Santo Egídio seja na Tanzânia seja em África ao longo destes anos pela presença e o trabalho realizado na luta à pandemia e em prol da paz.

Muitos desafios permanecem e DREAM consolida-se cada vez mais no papel guia e antecipador de grandes e importantes escolhas que transformaram as muitas realidades dos países onde trabalha ao lado dos doentes e dos operadores.

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

“Solar DREAM” em Usa River, na Tanzânia

DSCN0232

Prosseguem a bom ritmo as instalações “solares” de DREAM 2.0 e na Tanzânia começou também a reconversão para a energia renovável dos centros e dos laboratórios DREAM da Comunidade de Santo Egídio.

No centro DREAM de Usa River, a cerca de 20 km de Arusha, na Tanzânia, acabou de ser completada a instalação de um sistema de energia solar/híbrida com acumulação.

Os nossos instaladores tanzanianos foram rápidos e eficazes, pois em apenas 3 dias posicionaram os painéis fotovoltaicos, ligaram inversores e baterias e modificaram os quadros eléctricos existentes, de modo que todos os serviços essenciais do laboratório e do centro de tratamento DREAM fossem alimentados por energia solar.

Uma boa poupança seja em termos económicos seja em termos ambientais. Estimámos um abatimento da utilização do gerador diesel de 70% e uma equivalente redução das emissões nocivas na atmosfera.

O ‘solar’ de Usa River não poderia chegar num momento melhor. A Tanzânia está a travessar um grave momento de crise na produção de energia eléctrica. Precisamente no início do passado mês de Outubro, todas as instalações hidroeléctricas do País foram fechadas por falta de água (http://www.bbc.com/news/world-africa-34491984).

Nunca tinha acontecido um evento desta dimensão. As mudanças climatéricas estão-se a fazer sentir…. e, no nosso centro DREAM de Usa River, infelizmente, aperceberam-se imediatamente. Em Outubro, o gerador diesel teve de cobrir os contínuos apagões durante quase 200 horas num mês.

Karibu nishati ya jua … bem-vinda energia solar em Usa River. Chegou no momento certo e esperemos que chegue também aos outros centros DREAM na Tanzânia.

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

Uwemba, Tanzânia – Uma aliança em prol da vida

2015-11-02_Uwemba_map

A missão Beneditina de Uwemba na Tanzânia encontra-se a 2000 metros de altura numa paisagem montanhosa linda, mas profundamente ferida pela epidemia da SIDA.

É a região da Tanzânia com a mais alta prevalência de HIV, 14,8% mas, entre as mulheres, chega a quase 16%.

A missão, linda e bem organizada, com quintas, edifícios, escolas, igreja, um dique que produz energia e um forno para o pão, também tem um grande centro de saúde.

Histórias dolorosas e de grande sofrimento e de morte não deixaram as irmãs Beneditinas e os frades indiferentes. Aquele grito de dor de centenas de pessoas doentes, o cemitério que todos os dias acolhe os restos mortais de doentes, levaram-nos a reflectir profundamente e a decidirem que já não era possível esperar mais.

Através de uma rede de amizades que passou pela Suíça, pelos amigos da Paróquia de Kusnacht em Zurique e que conhecem DREAM através das viagens em África e a amizade de muitos anos com a Comunidade de Santo Egídio em Roma, nasceu a proposta de levar DREAM também para Uwemba.

A proximidade do centro DREAM de Iringa a cerca de 4 horas de carro, a história de cura de alguns doentes que tinham sido curados lá, a amizade entre a Congregação Beneditina e a Comunidade, foram ulteriores elementos de uma globalização da solidariedade que se está a realizar.

Este mês, uma missão de DREAM e um grupo de amigos da Paróquia de Kusnacht visitou Uwemba e encontrou-se com as irmãs e os frades da Missão.

uwemba20151102O encontro permitiu concretamente de poder programar imediatamente algumas intervenções, tomar decisões operativas para a abertura em breve de um Centro DREAM no centro de Saúde. Um lindíssimo encontro com testemunhos vivos e cheios de palavras de grande amizade e de grande esperança encerrou a visita. As palavras ESPERANÇA, ALEGRIA e GRATIDÃO, ecoaram muitas vezes e reforçaram uma aliança na misericórdia, pelas perspectivas que se abrem, para a vida que renasce.

A amizade de muitos anos feita de fidelidade, de simpatia, de esperança, de consciência que a rica Europa ainda pode dar muito para a África para transformar a vida de muitos, associada à experiência feita por DREAM ao longo destes anos e pelo desejo de iniciar novos desafios, reconstituem-se, mais uma vez, num grande mosaico, no quadro natural da lindíssima e amada terra da missão de Uwemba.

Karibu DREAM. Asante DREAM

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail

Inaugurado o curso de formação DREAM em Arusha

FullSizeRenderOs últimos 5 anos assistiram a grandes mudanças no campo da luta contra a SIDA: o tratamento farmacológico chegou a 12 milhões de pessoas nos países de recursos limitados, a mortalidade diminuiu nitidamente, e, nos últimos anos, também a incidência começou a diminuir. Mas como colmatar a distância entre expectativa de vida e saúde das pessoas com HIV nos países africanos? Que estratégias são necessárias para que os instrumentos que temos à disposição, como a terapia anti-retroviral sejam plenamente utilizados desfrutando todas as suas potencialidades? E ainda: que terapias utilizar em caso de fracasso da segunda linha terapêutica, como melhorar o circuito do diagnóstico precoce, como garantir aos pacientes um acesso ao tratamento duradoiro no tempo? São estes os argumentos e as questões levantadas no curso de formação “ DREAM a model of HIV/ AIDS Treatment” que iniciou hoje em Arusha na Tanzânia, graças aos fundos da CEI, no âmbito dos projectos para o Terceiro Mundo financiados com os fundos da lei do mecenato (oito por mil).

IMG_1293O monte Kilimanjaro que domina do alto, saudou as várias equipas provenientes de toda a Tanzânia que fizeram uma longa viagem para participarem nesta semana de formação. Muitos pertencem a congregações religiosas que trabalham nos centros de saúde do país, outros são profissionais de saúde de estruturas governativas.

O tratamento da SIDA constitui ainda hoje um grande desafio na Tanzânia e requer uma resposta articulada e profissional para assegurar sistemas de tratamentos sólidos e de qualidade. DREAM está presente no país há muitos anos: desde 2003 que iniciou uma primeira colaboração em Iringa que levou, depois, à decisão de oferecer ao território mais atingido pela pandemia um centro clínico para o tratamento e a prevenção do HIV, Tuberculose e Malária.

Desde então, foi-se tecendo uma rede de colaborações à volta daquele centro que foi inaugurado pelo Presidente Kikwete.

DSC02474Em Arusha, em 2008, foi inaugurado um novo centro DREAM com anexo o laboratório de biologia molecular; há alguns anos, também no Norte do País, em Masanga, foi aberto um centro de tratamento DREAM gerido pela Congregação das Filhas da Caridade.

Uma crescente procura de resposta e de apoio do programa DREAM levou a organizar um novo encontro que vê reunidos profissionais da saúde que desejam aprofundar os próprios conhecimentos e partilhar as experiências destes anos, com uma grande vontade de saberem mais e de se especializarem.

A presença da RMO de Arusha, Dr.ª Frida Mokiti quis realçar a participação e o apoio das autoridades tanzanianas ao programa DREAM, sobre o qual nutrem grandes expectativas e reconhecimento por quanto feito.

O Provincial dos Espiritanos, padre Amandus, manifestou depois, a grande alegria com que partilha há anos com a Comunidade esta feliz experiência de tratamento auspiciando que continue sempre a crescer.

Karibu DREAM, Bem-vindo DREAM! !

IMG_1378

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail