Saúde e tratamento da Criança

As crianças representam em África ainda a faixa de população que menos acesso tem aos tratamentos.

A malnutrição, o HIV/SIDA, a tuberculose, a malária e a falta de higiene contribuem de modo significativo à mortalidade infantil no continente. O Programa DREAM sempre considerou a assistência pediátrica, um aspecto de extrema importância: é um investimento para o futuro da África.

A assistência às crianças que nascem de mães seropositivas começa desde a nascença. Com o diagnóstico precoce neonatal, é possível conhecer de maneira tempestiva a negatividade ou a positividade dos mais pequenos e assegurar o tratamento precoce dos recém-nascidos que se infectaram.

As muitas crianças que nasceram saudáveis de mães seropositivas são assistidas durante os primeiros dois anos das suas vidas para lhes proteger a saúde. Com efeito, DREAM oferece a cada criança uma agenda articulada de consultas, com pessoal preparado no tratamento do HIV pediátrico.

Apesar das intervenções farmacológicas e sociais, o perigoso círculo vicioso malnutrição e infecção que se instaura, representa uma ameaça constante. As carências alimentares nas crianças malnutridas, representam uma concausa importante da mortalidade infantil. A [tipso tip=”Nos lugares de tratamento, ministram-se regulares lições de educação nutricional dirigidas, sobretudo, às mães. Ensina-se-lhes a preparar as papas para as crianças, sobretudo no momento do desmame, onde o risco de malnutrição é maior. São verdadeiras escolas de cozinha onde as mulheres aprendem a usar alimentos comuns e nutrientes para os filhos. Além disso, cada mãe recebe um mosquiteiro e um filtro da água, para proteger os próprios filhos pequenos e assegurar-lhes água segura”]educação nutricional[/tipso] que as mães recebem nos centros resolve parte destes problemas. Além disso, é oferecido aos filhos delas um [tipso tip=”O programa, desde o seu início, considerou fundamental o apoio nutricional aos pacientes admitidos em tratamento, como parte integrante do percurso preventivo e terapêutico. Com efeito, muito dificilmente a terapia e a adesão à mesma teriam funcionado em pessoas gravemente malnutridas. São fornecidos pacotes alimentares (contendo óleo, farinha, açúcar, etc…) aos pacientes em tratamento e, em particular, às mulheres grávidas e aos próprios filhos”]suporte nutricional[/tipso]. Às crianças com graves carências são fornecidos alimentos especiais fortificados. A luta à malnutrição infantil continua também com a gestão de especiais [tipso tip=”DREAM abriu três centros nutricionais, dois em Moçambique (em Maputo e na Beira) e um no Malawi (em Blantyre) onde, todos os dias, comem cerca de 2500 crianças. A cada criança é oferecida uma refeição enriquecida com proteínas nobres formadas por peixe, carne de frango e ovos. São asseguradas às crianças macro e micronutrientes para um adequado contributo calórico ao seu crescimento. A planificação da ementa, controlada por peritos do sector, é efectuada na base das necessidades nutricionais e na disponibilidade do alimento no mercado, tendo em atenção também as diferentes estações do ano. Todos os dias da semana, de segunda a sexta-feira, a ementa é diferente e inclui fruta e verduras da época. Além disso, nos espaços do centro, realiza-se um curso de alfabetização para crianças de rua, demasiado grandes para se poderem inscrever nas escolas primárias e demasiado pequenas para se inscreverem nos cursos nocturnos. As crianças têm assim, acesso à instrução de base e, sucessivamente, à formação como artesãos. Todas as crianças do centro são inscritas no registo civil: de “invisíveis” e, portanto, vulneráveis, adquirem direitos e tornam-se cidadãos responsáveis do país onde vivem”]centros nutricionais[/tipso] realizados nalgumas áreas particularmente atingidas por este problema. Estes centros nutricionais foram ideados não só como cantinas, onde as crianças recebem uma refeição completa por dia, mas também como centros de assistência diária com actividades educativas e de apoio às famílias.

BENEFITS:

  • Diagnóstico precoce neonatal
  • Centros nutricionais